A arte e os jardins de Inhotim

94

 

Quem visita o Instituto Inhotim, localizado na cidade mineira de Brumadinho, a 60 quilômetros de Belo Horizonte, é convidado a percorrer jardins botânicos de uma beleza rara e exuberante.

Com 110 hectares de área para visitação, entre os biomas da Mata Atlântica e do Cerrado, o complexo conta com uma extensa coleção de espécies da flora e um paisagismo que explora inúmeras possibilidades estéticas.

image

O acervo artístico reúne obras de 100 artistas de 30 países.  Entre esculturas, instalações, pinturas, desenhos, fotografias, filmes, áudio e vídeo,  misturam-se às árvores centenárias, montanhas, trilhas e lagos, criando uma interação entre a arte e a natureza. O resultado é uma experiência única e profunda ao público que observa este espetáculo.

image

Muito além da contemplação, os jardins de Inhotim são base de estudos científicos e ações de educação ambiental. Em 2010, o Instituto recebeu da Comissão Nacional de Jardins Botânicos (CNJB) o título de Jardim Botânico.

Com foco na arte contemporânea, produzida a partir dos anos 1960 até os dias de hoje, Inhotim é a única instituição brasileira que exibe continuamente um acervo com cerca de 500 obras de excelência internacional voltado ao segmento. Além disso,  é um dos poucos lugares do mundo que possibilita aos artistas criarem e exibirem suas obras em contato direto com a natureza.

Para conhecer o parque, um dia inteiro pode ser pouco.  E apesar do Instituto possuir um serviço de transporte interno com carrinhos elétricos, o ideal é percorrê-lo a pé. Quanto à alimentação, não se preocupe, o parque possui restaurantes e lanchonetes para todos os gostos.

Serviço

O Parque funciona de terça a sexta-feira de 9h30 às 16h30.
E aos sábados, domingos e feriados de 9h30 às 17h30. Para mais informações, acesse: www.inhotim.org.br

Por Juliana Franqueira

Fotos: reprodução