Soja no Brasil

208

Os Soldiers of Jah Army aterrissaram em São Paulo no dia 6 de dezembro, e é claro que a Girls on Board estava lá pra te contar como foi esse show que bombou a cidade.

“Nós sempre sonhamos com o Brasil e hoje isso é realidade. Muito obrigada a vocês por isso, por acreditarem em nós quando ninguém mais o fez. Vocês são tudo para nós”, estas foram as palavras do vocalista e guitarrista Jacob Hemphill que encerraram a noite. O show de quase duas horas, aconteceu no Estância Alto da Serra, em Ribeirão Pires- SP, com mais de 12.000 pessoas de todo o Brasil.

A banda que está em turnê do novo disco Amid the Noise and Haste abriu o show com “Strenght to Survive”, ainda do álbum anterior, interpretada por Jacob. Seguiram-se Revolution Cry, do primeiro álbum, e a romântica Decide your Gone, de “Born in Babylon”. O vocalista fez uma pequena pausa, apresentou a banda, agradeceu com um perfeito “obrigado” e já emendou Mentality, em meio aos gritos e palmas da plateia.

A próxima música foi a contagiante I’m Sorry, que já começou  aos gritos enlouquecidos dos fãs, o que arrancou de Bob um emocionado “obrigado”. O baixista, diga-se de passagem, é um show à parte. Ele não parou quieto nem um segundo, subiu nas caixas de som, interagiu com a plateia, dançou o show inteiro enquanto tocava seu baixo ritmado. Ele é uma figura que, sem fazer esforço, nos conquista totalmente.

Na sequência, aconteceu algo que deixou os fãs sem palavras. A próxima música, You and Me, começou com o alvoroço de costume e Jacob nos vocais principais. Entretanto, quando chegou a parte que é originalmente cantada por Chris Boomer, Hemphill passou a voz ao guitarrista Trevor Young, e aí a mágica aconteceu. Trevor roubou COMPLETAMENTE a cena. Ele pegou o microfone e deixou todo mundo pasmo com sua voz forte, expressiva, comovente. Ele arrancou gritos ensurdecedores do público, que continuou aplaudindo e assoviando loucamente mesmo depois do fim da música.

Mas, foi durante a música  Everything Changes que pudemos perceber a cumplicidade que existe entre Hemphill e Trevor. Sem trocar uma palavra, os dois se entreolharam e começaram a dedilhar as primeiras notas da música; Jacob na guitarra e Trevor no violão. E assim, um em cada canto do palco, fizeram um dueto de cordas perfeito, numa sintonia absoluta. Num certo momento, ele e Trevor permanecem somente tocando e ouvindo atentos um coro de 12 mil pessoas que tomaram conta do espaço.

Ao fim de Not done Yet seguiram-se alguns instantes de silêncio. De repente, acordes latinos invadiram o ar, causado alvoroço no público que gritava e aplaudia ainda no escuro. Acenderam-se as luzes e o palco estava todo verde e amarelo, com os seis músicos lado a lado. Os fãs, sem tempo de digerir o que estava acontecendo, começaram a dançar ao som de um samba que orgulharia qualquer mestre de bateria. Eram surdos, bumbos e chocalhos fazendo a melodia. Trevor tocava alegremente seu agogô enquanto o apaixonante Bob pulava, cantava e sambava. Apesar do grupo ter feito uma surpresa parecida em sua passagem pelo país em 2012, ninguém esperava que eles fossem repeti-la (ou que Bob sambasse tão bem).

E, como não podia ser diferente, True Love – o single que revelou os Soldiers para o mundo- trouxe consigo o fim da apresentação. A energia e a satisfação do grupo era totalmente contagiante, nos sorrisos de Jacob, nas danças e nos ‘obrigado’ sussurrados de Bob, na paixão de Trevor, e nas batidas de Ryan, Patrick e Ken. E essa troca era recíproca, todos dançavam e cantavam juntos, sorrindo, explodindo em coro. Sem grandes cenários ou mega produções hollywoodianas, mas munidos do amor e respeito que pregam em suas letras. Os Soldiers of Jah army deixaram São Paulo prometendo voltar, e nós, com certeza, vamos marcar presença na sua volta.

Por Bruninha Gonçalles

Fotos: Bruninha Gonçalles e Maria Antonia Valladares