Tyler Wright com a mão na taça

206

 

Tyler Wright nunca esteve tão próxima do título máximo da WSL. Desde que estreou na elite do surfe mundial em 2011 ela teve bons momentos e deu muito trabalho para surfistas como Stephanie Gilmore, Carissa Moore e Sally Fitzgibbons, mas nunca teve uma temporada tão vitoriosa como a de 2016. Já são quatro vitórias (Gold Coast, Margaret River, Rio de Janeiro e Trestles) em sete etapas realizadas. Isso significa que a australiana pode comemorar seu primeiro título mundial antes da etapa final em Maui no Havaí.

Confira os melhores momentos da final do CT de Trestles:

O histórico da surfista do circuito mundial é positivo, ela sempre terminou entre as cinco melhores do ranking. Vale destacar os anos de 2013 e 2014,no qual ela conquistou o vice-campeã do mundo. Assim como outras tops Tyler quer o título e sabe que tem potencial para conquista-lo. Após uma ano morno em 2015 ela começou 2016 como um furacão. Há quem diga que essa boa fase da surfista é resultado do trabalho feito com o surfista Glenn Hall ou que o afastamento do irmão, Owen Wright, por conta de uma lesão, a deixou com mais garra. O  fato é que a Tyler está surfando como nunca e está visivelmente mais madura.

tyler_rio-de-janeiro

Sobre o CT Feminino:

– O circuito tem 10 etapas, sendo que no final da temporada apenas os oito melhores resultados de cada surfista é contabilizado.

– Restam apenas 3 etapas para encerrar o circuito de 2016.

– A próxima etapa acontece de 24/09 a 01/10 em Cascais (POR).

Por Redação Girls On Board